Rede dos Conselhos de Medicina
SERVIDORES DA SAÚDE ENTRAM EM GREVE - Leia mais notícias no Clipping Cremern 21/06/2010
DIÁRIO DE NATAL ESTADO // SERVIDORES DA SAÚDE ENTRAM EM GREVE Os servidores da saúde estadual entram em greve a partir de hoje. A justificativa para a paralisação é o descumprimento da lei sancionada pela então governadora Wilma de Faria, em 1º de abril, que previa o reajuste salarial de 15% para os servidores de nível médio e 45% para os de nível elementar, a partir de junho. De acordo com a direção Sindsaúde, o atual governo teria alegado que não dispunha do dinheiro para tal reajuste. Uma manifestação está sendo organizada para às 9h em frente a Secretaria de Saúde. Os médicos do estado e do município também têm uma nova assembleia marcada para hoje, a partir das 19h30, quando irão votar o indicativo de greve da categoria. HERÓIS DE UMA LUTA DIÁRIA PELA VIDA Há mais de seis décadas, Liga Norte-Rio-Grandense Contra o Câncer renova as esperanças de quem enfrenta a doença "Aplicar, gerar e difundir conhecimento em saúde, priorizando a oncologia, com competência e responsabilidade social". Essa é a missão da Liga Norte-Rio-Grandense Contra o Câncer. A mensagem está espalhada pelos corredores e consultórios das unidades da instituição e é levada a sério pelos médicos, funcionários, administradores e todas as pessoas que fazem parte da Liga. Sejam pacientes, voluntários ou funcionários, o discurso apoiado na fé, persistência e solidariedade é repetido por todos que frequentam a Liga em busca de cura para doenças que antes eram tratadas como aviso de morte. A definição da palavra otimismo, "disposição, natural ou adquirida, para ver as coisas pelo lado bom e esperar sempre uma solução favorável das situações, ainda que as mais difíceis", estampa a capa do Relatório Anual de 2009, divulgado pela instituição. "Para a gente tratar o câncer, temos que ter otimismo. Temos que acreditar que aquilo vai dar certo", conta o superintendente Roberto Sales. Ele explica que a instituição, filantrópica, recebe muita ajuda da população, dos próprios pacientes, dos políticos, funcionários, administradores e principalmente, dos médicos. "São quase 250 médicos que nos prestam serviço e eles são a principal fonte da nossa produtividade", afirma Roberto. Foi mais de meio milhão de atendimentos no ano de 2009, dos quais quase 72% foram de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Nem o mais otimista devia esperar que a antiga e modesta "Casa de Recolhimento" iria se transformar em um hospital de ponta, que conta com o maior aparato tecnológico para o tratamento de câncer do Rio Grande do Norte. A expectativa é que esse ano o número de atendimentos aumente ainda mais e que mais pessoas possam ser tratadas nas quatro unidades da Liga localizadas na capital e no interior, caso do Hospital de Oncologia do Seridó, no município Caicó. A interiorização do tratamento do câncer é uma prioridade da Liga. Na unidade de Caicó foram realizadas 3.783 consultas no ano passado, 26,4% a mais que em 2008, como mostra os dados do relatório. Referência A expansão do atendimento da Liga é comemorada pelas pessoas que estão à frente da entidade. "Isso é um motivo de orgulho para o estado", afirma Roberto Sales. Ele ressalta que a Liga já é referência na região Nordeste está no nível de capacidade grandes centros de tratamento do país. No ano passado, em média 483 novos casos de câncer foram diagnosticados em uma das unidades da Liga, totalizando 5.791 novos casos. A expectativa para esse ano é que o número de casos diagnosticados supere a marca do ano passado, em virtude das previsões do IBGE, que dizem que a população de idosos se igualará à de pessoas até 14 anos, o que representa o aumento do número de pessoas com câncer, já que este está diretamente ligado à idade. A IMPORTÂNCIA DA DOAÇÃO O superintendente Roberto Sales explica que o doador anônimo é de extrema importância para a manutenção da Liga. Foram mais de 30 mil doadores no ano passado, ultrapassando 1,8 milhão de reais em doação, o que representou 4,15% da receita total da instituição, sendo parcela fundamental para a manutenção da sustentabilidade das atividades. Roberto salienta que qualquer pessoa pode fazer sua doação, no valor que desejar, através da conta de energia. Mais uma vez é ratificado pelo superintendente o apoio recebido pelas autoridades públicas, sejam vereadores, prefeituras, governos e demais instâncias do poder público. Ele apela, porém, por uma maior participação da sociedade civil na manutenção da entidade, que beneficia mais de 500 mil pessoas em todo o estado. Voluntários O Grupo Despertar é uma iniciativa de voluntárias que viveram o drama do tratamento de um câncer e hoje se empenham em compartilhar experiências para ajudar mulher com diagnóstico de câncer de mama.Durante as comemorações dos 60 anos da Liga,em 2009, o grupo foi agraciado com a medalha de Ordem ao Mérito, oferecida pela Liga, em homenagem ao trabalho realizado há mais de 15 anos pelas mulheres. A Liga conta ainda com a ajuda de 60 voluntários que levam diversão e elevação de auto-estima aos pacientes que passam pela instituição. O voluntariado implantou um programa de distribuição de cestas básicas para pacientes carentes e com necessidade de dieta especial. São 100 cestas distribuídas em média todos os meses, beneficiando diversas famílias de pessoas portadoras de algum câncer. PROFISSIONAIS DE SAÚDE QUE TÊM ALGO A MAIS Os exemplos de amizade entre pacientes e entre médico e doente são vistos por todas as partes. Dona Maria Janilda, 59, vem de Pedro Velho a Natal uma vez por mês, acompanhada da filha Márcia Janilda, para realizar seu tratamento de quimioterapia. Ela é portadora de câncer na mama e sempre passa três dias na capital para poder se tratar no Cecan. Dona Janilda diz se apoiar na fé em Deus para prosseguir com confiança em seu tratamento e agradece o acolhimento que lhe é dado na unidade. "É tudo muito bom. Só tenho a agradecer a eles todos", disse. No momento da despedida, Dona Janilda tem que falar com todos os outros pacientes, um a um, antes de ir. "Ah, eu conheço todo mundo. Gosto de todo mundo", falou se despedindo dos colegas de consultório. A relação dos médicos com as crianças, principalmente, rende história de amizade e exemplo profissional. "Ele ontem tava com a camisa do Homem Aranha. Eu lhe disse: Vai fazer hoje? Se fizer, eu lhe trago um boneco do Homem Aranha amanhã", disse o técnico em radiologia Adailton Leandro. Ele se refere a um menino que sempre fica inquieto durante as seções de radioterapia e que seria presenteado por ele com um boneco do famoso personagem de Marvel, como forma de tentar agradar seu paciente. "As pessoas que vêm pra cá precisam disso", afirma. Adailton diz que essa é única forma de se conseguir encarar uma questão tão séria que é o enfrentamento de um câncer. Visão de futuro A meta da Liga Contra o Câncer é ser reconhecida como centro nacional de referência no tratamento, ensino e pesquisa em oncologia até o ano de 2020". Para tal, a entidade aposta mais uma vez no otimismo e no bom relacionamento com os pacientes e com a sociedade. Além disso, o aumento de 16,75% no número total de procedimentos realizados pela Liga em 2009, em comparação com 2008, estimula o trabalho dos que fazem a instituição. A aquisição do novo acelerador linear, investimento de quase R$ 1,5 milhão, é apontada como um grande momento do ano de 2009, assim como a interiorização do tratamento do câncer. Oaparelho, usado no tratamento de pacientes, já está em atividade e a expectativa é que esse ano um novo acelerador seja doado pelo governo do estado à Liga, promessa da então governadora Wilma de Faria e ratificada pelo atual governador Iberê de Souza. Um equipamento de PET-SCAN, aparelho revolucionário em termos de diagnóstico de câncer, também foi adquirido no ano passado e vai auxiliar na descoberta de novos casos nesse ano de 2010. "Isso tudo é bom pra Liga, bom pro estado, mas, mais que isso tudo, isso é bom pra sociedade. Todo o nosso trabalho é feito pensando nas pessoas", explica Roberto. Números de 2009 - 1.821.219,04 - valor em reais das doações recebidas pela Liga - 512.532 - atendimentos realizados nas quatro unidades da Liga - 65.254 - número de consultas e retornos do Cecan - 34.118 - número de consultas realizadas no Hospital Luiz Antônio - 9.693 - número de internamentos realizados - 8.380 - cirurgias realizadas pela Liga HORA DE AVALIAR A CALVÍCIE Chegou o HairDX, tipo de exame genético que calcula as possibilidades de perda de cabelos antes dos 40 anos Careca, pouca telha, aeroporto de mosquito e por aí vai. Os apelidos, nada agradáveis de se ouvir, são bem familiares entre aqueles que sofrem com a calvície. E o time de calvos e calvas é bastante expressivo. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que metade dos homens do planeta e um quarto das mulheres são vítimas do problema. A incidência aumenta com a idade, mas 80% das pessoas que têm a predisposição genética ao transtorno desenvolvem a alopecia androgenética, nome científico do distúrbio, dos 24 aos 26 anos. O tratamento nem sempre traz bons resultados porque a calvície é visível apenas quando as vítimas já perderam 50% do volume do cabelo. Mas atualmente um alento está no ar. Já é possível se antecipar aos efeitos da patologia. Acaba de chegar ao Brasil o HairDX, teste que avalia a predisposição genética dos pacientes para desenvolver a calvície antes dos 40 anos. A dermatologista norte-americana responsável pelas pesquisas médicas do HairDX, Sharon Keene, esteve em São Paulono mês passado para apresentar a novidade. O exame é simples. Uma amostra da mucosa da bochecha do paciente é colhida em consultório médico por meio de uma haste parecida com um cotonete. O material é enviado para os Estados Unidos e o resultado chega para o especilista por e-mail em 20 dias. "Baseado no gene AR do cromossomo X, o teste aponta a chance para a calvície e relata variações genéticas presentes em mais de 95% dos homens calvos. Pessoas com essa variação apresentam um risco de 70% de ficarem calvas antes dos 40 anos", explica a médica. O exame ainda informa se está presente uma variante menos comum do mesmo gene que indica 85% de chance de alguém não ficar calvo antes dessa idade. Tratamento Para o dermatologista Arthur Tykocinski, o grande benefício do HairDX é proporcionar ao paciente um tratamento antecipado, caso o resultado tenha identificado a propensão à patologia. "Muitas vezes o paciente não apresenta ainda os sinais clínicos da calvície e isso gera a dúvida diagnóstica. O teste tira essadesconfiança e indica a necessidade do tratamento. O interessante é que também temos pacientes que chegam preocupados aos consultórios porque alguém da família é calvo. Se essa pessoa faz o exame e o prognóstico é negativo, os medicamentos são descartados e ela não corre o risco de tomar remédios sem necessidade", pontua o médico. O HairDX custa a partir de US$ 200, o equivalente a R$ 362. A calvície tem causas genética e hormonal. Ela ocorre quando os folículos capilares são expostos a uma grande quantidade de dihidrotestosterona (DHT) - substância produzida pela testosterona - manifestando-se na região frontal ou na parte superior da cabeça. Os fios vão caindo gradativamente. A dermatologista Grace Caldas explica que quando a herança genética da calvície é materna, o risco dos filhos terem o problema é maior. Herança genética O que é? A alopécia androgênica ou calvície é uma manifestação fisiológica que atinge principalmente os homens, mas que também pode afetar as mulheres. Ocorre devido a uma herança genética que pode ser materna ou paterna. Idade A calvície geralmente tem início depois da puberdade, sendo mais evidente após os 25 ou 30 anos Manifestações O cabelo cai continuadamente com a substituição por fios cada vez mais finos e menores até a interrupção do crescimento. O processo resulta na rarefação e no afastamento da linha de implantação para trás. Evolução O processo é resultado da ação da enzima 5-alfa-redutase sobre o hormônio testosterona, gerando o subproduto DHT (dihidrotestosterona). O DHT age sobre os folículos pilosos, provocando o seu afinamento e na miniaturização Tratamento O objetivo do tratamento é evitar a ação hormonal sobre os folículos, revertendo o processo de afinamento e miniaturização; A terapia é feita com o uso de antiandrógenos - substâncias que combatem a ação dos hormônios masculinos,que podem ser utilizados por via oral ou sob a forma de loções aplicadas no couro cabeludo; A finasterida, medicamento utilizado com sucesso no tratamento dos homens, não é indicada para o tratamento de mulheres, mas outros produtos podem obter resultados semelhantes. ASSUMIR SEM MEDO DE SER RIDICULARIZADO O gerente de projetos Décio Carretta percebeu que não teria como fugir da perda progressiva da cabeleira quando tinha 25 anos. Hoje, aos 49, ele conta que decidiu assumir a falta dos fios sem medo. "Meu pai era cabeludo, mas minha mãe é calva. Aos 30 anos, as entradas eram evidentes. Sem exagero nenhum, foi desesperador. O cabelo é a moldura do rosto e os carecas são alvo de brincadeiras de mau gosto, somos muito ridicularizados. Isso constrange, compromete a autoestima e chateia", observa Décio. Embora tenha tentado impedir a progressão acentuada da queda dos fios com tratamento tópico e oral, Décio acabou se rendendo à sugestão da mãe. Hoje, quando faz a barba, diariamente passa a máquina zero nos poucos fios que restaram. Antes disso , ele admite que tentou, inclusive, soluções caseiras que não resolveram nada. "Tomei também o medicamento usado até hoje para impedir a queda. Trata-se de uma droga forte e fiquei assustado em saber que teria que tomá-la para o resto da vida se quisesse manter o que havia restado dos fios. Um dia, minha mãe virou pra mim e falou que eu tinha o rosto bonito e que deveria assumir minha careca. Resolvi considerar e não me incomodo mais", revela. O medicamento a que Décio se refere tem como princípio ativo a finasterida, antiandrógeno inibidor da enzima que converte a testosterona em dihidrotestosterona, prevenindo assim a queda dos cabelos. "O problema é que muitos pacientes colocam nos remédios orais a expectativa de que eles podem trazer os fios perdidos de volta, e isso não ocorre já que as drogas disponíveis apenas impedem a continuidade da queda", esclarece dermatologista Grace Caldas. Além disso, existe a possibilidade de efeitos colaterais, como a diminuição da libido em homens e mulheres. Para elas, o risco é considerado maior. TRIBUNA DO NORTE SMS TEM DISQUE DENGUE A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária e Ambiental, está recebendo denúncias de possíveis focos de Dengue pelo telefone 0800 - 281 – 4031 e está divulgando o número para ampliar a participação popular nessa fiscalização. O resultado dessas denúncias tem gerado uma série de abertura de imóveis fechados para vistoria. No dia 18, foi realizada a abertura de mais imóveis para vistoria e tratamento de focos de mosquitos da dengue. Desta vez foi na Zona Sul, no bairro Planalto. Segundo Fabiano Carvalho, Técnico de Vigilância Sanitária, o trabalho tem um balanço positivo pois desde 2008, que foi o ano da epidemia da doença em Natal, a queda de aberturas foi de mais de 100%, o que mostra que a população está cada vez mais consciente e também que a ação está funcionando, pois foi através dela que foram divulgados os imóveis antes das aberturas, e os proprietários passaram a se conscientizar tomando providências para que seu imóvel não se tornasse um ambiente criadouro do Aedes aegypti”. Além de convocar proprietários de veículos e, em alguns casos, até abrir imóveis fechados com o aval da justiça, a Secretaria agora parte para uma nova etapa e o próximo passo é fazer um processo administrativo de auto-infração, onde é gerada uma multa para os proprietários que abandonaram seus imóveis, deixando-os virarem possíveis focos do mosquito da dengue. “É importante ressaltar que as denúncias não podem parar, e que os moradores que queiram denunciar algum imóvel ou terreno abandonado, onde exista suspeita de foco do mosquito da dengue, devem ligar para o número: 0800 - 281 – 4031, e fazer a denúncia”, lembra Fabiano. CARDIOLOGISTA FAZ ALERTA AOS TORCEDORES BRASILEIROS A forte emoção sentida pelos torcedores durante os jogos do Brasil na Copa pode provocar o agravamento de problemas cardíacos, com as consequências variando de uma leve arritmia até casos graves, como infarto ou acidente vascular cerebral (AVC). Os riscos são maiores para aqueles com idade a partir dos 25 anos, que não fazem check up regularmente, possuem histórico familiar de doenças cardíacas e são sedentários, uma vez que a pessoa pode não saber que possui qualquer problema de saúde e a alta dose de adrenalina liberada na corrente sanguínea nessas situações altera bastante o ritmo cardíaco. O cardiologista Bóris Cosquillo afirma que qualquer pessoa pode apresentar alterações no sistema cardiovascular devido a situações de forte emoção, dependendo da sua sensibilidade. Entretanto, aqueles que são hipertensos ou diabéticos devem ter cuidado para o quadro não se agravar em momentos como as partidas da seleção brasileira na Copa, mesmo com o risco sendo pequeno para quem tem cuidados, como ingerir regularmente a medicação capaz de controlar uma dessas duas enfermidades. “O problema é que alguns só descobrem que têm cardiopatias em momentos de forte emoção e os episódios podem ser fatais, mesmo nos jovens. Por isso, a maior preocupação é com aqueles que não dão muita importância à prevenção”, analisa. Cosquillo explica que as alterações no ritmo cardíaco ocorrem porque a grande quantidade de adrenalina faz com que vasos presentes no coração se fechem por um tempo prolongado e isso provoca diversos tipos de problemas, como arritmias, síncope e choque. “Se a pessoa sentir dor no peito, forte dor de cabeça, sudorese fria, desconforto no peito ou formigamento no braço, é importante que ela procure atendimento médico rapidamente. É preciso estar atento a qualquer um desses sintomas”, alerta. Dicas Lembrando o hábito de unir amigos para torcer pelo Brasil, o médico alerta que entre as bebidas alcoólicas, a menos indicada para aqueles que sofrem de hipertensão arterial e diabetes é justamente a cerveja, a mais comum nesses momentos. Ele diz que a alternativa, nesses casos, é ingerir bebidas destiladas, como vinho, cachaça e whiskey, sempre com moderação. “O ideal é que a pessoa se hidrate após ingerir grande quantidade de bebida alcoólica, com água e, principalmente, suco de laranja, para repor o potássio perdido”, sugere o cardiologista. GAZETA DO OESTE PREFEITURA CAPACITA AGENTES DE SAÚDE PARA COMBATER MORTALIDADE INFANTIL NO MUNICÍPIO A Prefeitura de Pau dos Ferros, através da Secretaria Municipal de Saúde, deu início à capacitação de todos os seus Agentes Comunitários de Saúde (ACS), para receberem orientações sobre temas relacionados ao pré-natal, parto e puerpério, pois Pau dos Ferros é um dos nove municípios prioritários, dentro do Estado do Rio Grande do Norte, para o Pacto de Redução da Mortalidade Infantil. O pacto foi assinado entre o Governo Federal e os Governadores dos Estados que compõem a Amazônia Legal e também os Estados do Nordeste. Mediante ações cooperadas e solidárias entre governos federal e estaduais, com a participação dos municípios, buscam o enfrentamento dos problemas do analfabetismo, da mortalidade infantil, do sub-registro civil e do baixo dinamismo econômico no meio rural destas regiões. Para enfrentar estas questões, os municípios, através de seus Planos Municipais de Resolução da Mortalidade Infantil, apresentaram propostas englobando os cinco eixos, que são eles: 1 - Qualificação da Atenção ao Pré-Natal, Parto e Recém-Nascido; 2 - Educação na Saúde; 3 - Gestão da Informação; 4 - Vigilância do Óbito Infantil; 5 - Fortalecimento do Controle Social, Mobilização e Comunicação. Dentro do eixo Educação na Saúde, teve início uma Capacitação para Redução da Mortalidade Infantil para os Agentes Comunitários de Saúde do município. Este treinamento, que terá duração de três semanas, está acontecendo na Escola Municipal Professora Nila Rêgo. Segundo Fabrício Torquato, secretário de Saúde de Pau dos Ferros, os Agentes de Saúde já acompanham gestantes durante toda a realização do pré-natal e também no pós-parto, com assistência integral à mãe e ao bebê, durante o primeiro ano de vida. "Essa capacitação vai ampliar o universo de conhecimento dos agentes e as ações dos ACS a fim de prepará-los para situações mais delicadas", assegura. Após a conclusão deste treinamento para os Agentes de Saúde, todos os outros profissionais que atuam nas Unidades de Saúde da Família do município, como médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, passarão por esta mesma capacitação. CORREIO DA TARDE SERVIDORES DA SAÚDE VÃO PARALISAR ATIVIDADES A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA A partir da próxima segunda-feira (21) os servidores da saúde do Estado vão paralisar as atividades. Com a greve, apenas 30% dos servidores estarão trabalhando nos hospitais e os ambulatórios não irão funcionar. A paralisação terá inicio em Natal, mas outros municípios devem aderir ao movimento ao longo da semana. "Tivemos uma audiência com o secretário da Saúde, George Antunes, e não tivemos qualquer resposta positiva. Nos foi passado que, talvez, na quinta-feira (24) o governo apresente alguma resposta", disse o diretor jurídico do Sindsaúde, Joaquim Sobrinho. O aumento de 21%, fracionado em 15% para o mês de junho e outros 6% em dezembro deste ano, foi usado como moeda de negociação para o fim da greve da saúde (médicos e servidores), realizada no início deste ano. O atendimento foi suspenso por dez dias nas principais unidades de saúde do Estado. De acordo com Wilson Farias, secretario de organização sindical do Sindsaúde, a greve é uma consequência das atitudes do Governo de não colocar em prática as decisões tomadas nas leis de reajuste salarial e de reestruturação de planos de carreira aprovadas na gestão de Wilma de Faria. A alegação do Governo para não honrar com o compromisso é de que os gastos com o pagamento do funcionalismo precisam ser reduzidos, já que o executivo ultrapassou, pelo segundo quadrimestre consecutivo, o limite de gastos com o pagamento da folha estipulado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O presidente do Sindsaúde Marcelo Melo, afirmou que o governo estadual não procurou dar esclarecimentos à categoria acerca do repasse dos reajustes. "O dinheiro para o reajuste está garantido por lei desde março. Eles deveriam começar a economizar em outras áreas, que não o pagamento dos servidores, que já estavam prejudicados sem o repasse há mais de quatro anos". Na próxima segunda-feira, a categoria fará um ato público, às 9h, em frente a Sesap, que fica na avenida Deodoro da Fonseca. Médicos Os médicos do estado também podem aderir ao movimento de greve dos servidores da saúde. Na segunda-feira (21), a categoria terá uma audiência com o titular da Sesap. "Ainda não decidimos pela greve porque até agora o que sabemos é que será pago. O governador disse que pagaria o reajuste salarial de 21% e os 100% da gratificação. Só depois da reunião com o secretário é que teremos um posicionamento", disse o presidente do Sindicato dos Médicos, Geraldo Ferreira. Também no dia 21, à noite, a categoria fará uma assembleia para decidir o futuro do movimento. Assessoria de Comunicação do Cremern Telefone: 4006-5343 Contatos: Casciano Vidal: 9990-1473 Ana Carmem: 9909-4100
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner