Rede dos Conselhos de Medicina
POLIOMIELITE // VACINAÇÃO ACONTECE NO DIA 14 - Leia mais notícias no Clipping Cremern 04/08/2010
DIÁRIO DE NATAL POLIOMIELITE // VACINAÇÃO ACONTECE NO DIA 14 A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com o Ministério da Saúde, está programando a sua participação na 2ª Chamada para Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil), agendada para ocorrer dia 14 de agosto. A meta é vacinar 60 mil crianças, de zero a quatro anos. Para isso, a Secretaria de Saúde disponibilizará 150 postos para a cobertura vacinal. Detalhe importante: todos os postos de saúde do município disponibilizarão a vacina. Erradicada no Brasil, a poliomielite todo ano é alvo de ações preventivas das três esferas de poder. Em Natal, a pólio está erradicada desde 1989. TRIBUNA DO NORTE SAÚDE... A eficiência do serviço Samu é indiscutível. Maaassss...em Natal, vem sobrevivendo, digamos assim, aos trancos e barrancos. Entre eles, a frota antiga. Como rodam ininterruptamente em qualquer ponto, de norte a sul, as ambulâncias suportam um período de até quatro anos. E as de Natal já chegaram ao limite. »...em... Para se ter noção, dia desses, no atendimento a atropelamento na av. Capitão-Mor Gouveia, uma roda da maca caiu e foi rolando, enquanto um enfermeiro corria atrás e o paciente esperava em cima da maca sob o sol forte. »...agonia Num terreno baldio por trás do prédio da Fundac – em Dix-Sept Rosado -, as ambulâncias mais antigas, compradas em 2002, enferrujam-se a sol e chuva, misturadas a um campo de vôlei improvisado pela comunidade. Algumas tiveram material roubado. Outras – acreditem! - servem para suprir faltas às atuais. Exemplos: uma roda de maca foi retirada para substituir a que caiu; o ar-condicionado de outra foi para o lugar do quebrado no carro ‘novo’... Ou seja: ambulâncias à base do remendo velho. GAZETA DO OESTE SEMANA DE ALEITAMENTO ALERTA SOBRE IMPORTÂNCIA DE DOAR Programação que está sendo desenvolvida em Mossoró pela Maternidade Almeida Castro e pelo Banco de Leite segue até 7 de agosto ‘Dez passos que valem uma vida’. A frase faz parte do tema da IX Semana Mundial de Aleitamento Materno, que está sendo desenvolvida em Mossoró pela Maternidade Almeida Castro e pelo Banco de Leite até o dia 7 de agosto. A campanha visa, como todos os anos, incentivar a prática de doação do leite materno. O diferencial deste ano é que a campanha está dando destaque para as responsabilidades dos serviços e os cuidados oferecidos aos recém-nascidos. Entre os dez passos que o hospital deve cumprir estão: Ter uma norma escrita sobre aleitamento que deverá ser rotineiramente transmitida a toda equipe de cuidados de saúde; treinar toda a equipe com cuidados de saúde para mães e recém-nascidos; informar a todas às gestantes sobre as vantagens e manejo do aleitamento, ajudar na iniciação desse aleitamento, mostrar como amamentar e manter a lactação em casa, não dar nenhum outro tipo de leite ao recém-nascido; praticar alojamento conjunto entre mãe e bebê; encorajar o aleitamento; não dar bicos artificiais; e Encorajar grupos de apoio ao aleitamento. A coordenadora do aleitamento materno da Maternidade Almeida Castro, Edilene Torquato, destacou que o maior objetivo da campanha este ano é a vivência desses dez passos. "Nós já realizamos esses passos dentro do hospital, mas o que pretendemos é levar esse conhecimento até a sociedade, pois o aleitamento materno salva vidas", afirmou. A campanha também tem o objetivo de incentivar as mães a doarem o seu leite. Atualmente, o Banco de Leite não conta nem com dez mães doadoras, mesmo com a grande demanda de partos que ocorre diariamente na Casa de Saúde Dix-sept Rosado, e o estoque de leite está praticamente zero. "Falta incentivo dos serviços de saúde, falta compromisso, pois estão deixando tudo a cargo da Maternidade Almeida Castro e do Banco de Leite", disse a coordenadora do aleitamento. Edilene Torquato falou ainda sobre os benefícios que o aleitamento traz para mães e bebês. "Para a mãe, reduz o sangramento pós-parto, fortalece o vínculo afetivo, diminui os riscos de câncer no útero, ovário e mama, diminui o risco de osteoporose, faz a mulher perder peso mais rápido, entre muitos outros benefícios", afirmou. "Para o recém-nascido, diminui o risco de infecções, fortalece o sistema imunológico, o bebê tem menos cólicas, e se torna um adulto mais inteligente, já que é cientificamente comprovado que ele mamando até os seis meses de vida fortalece a sua massa encefálica", continuou. A dona de casa Maria Geiza da Silva sabe tanto dos benefícios de amamentar seu filho, quanto o de doar o leite que sobra para que outras crianças possam ser beneficiadas. Ela conta que seu filho, que nasceu no dia 30 de julho, mama a cada hora, mas que ainda lhe sobra leite. "Me sinto muito bem fisicamente em estar fazendo a ordenha do que sobra, pois quanto mais o meu filho mama, mas tem leite no meu seio, e dói muito quando está cheio. Quando tiro em um, o outro já fica pingando", afirmou a mãe do pequeno Iury, seu segundo filho. Ela conta que presencia a necessidade de ter doadoras diariamente. "Eu vejo aqui mães que choram porque não conseguem amamentar e doando o meu leite eu estou ajudando a salvar vidas, e não vai fazer falta nem para mim, nem para o meu filho", afirmou. A técnica de enfermagem responsável pelo lactário da Maternidade Almeida Castro, Patrícia Rosa, afirmou que as mães são orientadas diariamente sobre a importância da amamentação e da doação do leite materno. "Nós vamos de quarto em quarto, leito por leito, tirando dúvidas, auxiliando as mães. Na maioria tem sido um trabalho proveitoso. Algumas saem daqui e dão outro leite aos filhos e voltam para desmamar porque não aguentam o peso dos seios, mas a maioria entende e segue as instruções", disse. Ela explicou ainda que as mães que ficam no hospital por mais tempo do que o necessário, como é o caso de Maria Geiza, é porque os bebês estão na incubadora ou na UTI Neonatal, mas que as demais também podem se dirigir até o Bando de Leite após a alta hospitalar. "Nós vemos aqui mães que tem prazer em doar o leite que sobra, mas muitas não dão valor, mesmo com tanto esclarecimento", destacou a técnica de enfermagem. A programação da IX Semana de Aleitamento também conta com capacitações para os funcionários da Casa de Saúde Dix-sept Rosado sobre o método Canguru. "Trata-se de passar para eles o que é o método, como já estamos trabalhando ele, quais os direitos e deveres da mãe canguru, entre outros pontos. A programação de encerramento da semana de aleitamento será feita no Hotel Thermas na sexta-feira e no sábado, com estande dentro da Jornada de Anestesiologia. O MOSSOROENSE URSAP DISCUTE SETOR DA SAÚDE COM SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DA REGIÃO OESTE - Ontem o Colegiado Gestor Regional da II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap) realizou no auditório da unidade a 10ª Reunião Ordinária. Na oportunidade foram discutidos temas como a aprovação da Comissão Regional do CIES (Comissão de Integração Ensino-Serviço). As Cies são instâncias intersetoriais e interinstitucionais permanentes que participam da formulação, condução e desenvolvimento da Política de Educação Permanente em Saúde, informa a assessora de recursos humanos da II Ursap, Silvéria de Lourdes Vieira. Outro tema discutido foi a Portaria nº. 1007, de 4 de maio de 2010, que define critérios para regulamentar a incorporação do Agente de Combate às Endemias - ACE, ou dos agentes que desempenham essas atividades, mas com outras denominações, na atenção primária à saúde para fortalecer as ações de vigilância em saúde junto às equipes de Saúde da Família. A coordenadora regional do Programa Saúde na Escola (PSE) da II Ursap, assistente social Alda Sales Barbosa, discorreu sobre a importância do programa. O PSE é um programa do Governo Federal instituído pelo Decreto nº. 6.286, de 5 dezembro de 2007, como proposição de uma política intersetorial entre o Ministério da Saúde e da Educação na perspectiva da atenção integral à Saúde de crianças, adolescentes e jovens do ensino básico público. A coordenadora do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher da II Ursap, Alzineta Neves Rocha, apresentou informes sobre a Oficina para Implementação das Ações de Vigilância do Óbito. Adriana Gomes, da Central de Regulação de Mossoró o Tratamento Fora de Domicílio (TFD). A coordenadora do Programa Regional de Atenção Integral à Saúde da Criança da II Ursap, Andréia Michelle Duarte, falou sobre a implantação da Caderneta do Adolescente. A enfermeira da equipe técnica da II Ursap Milene Pinto Rosado discorreu sobre a intensificação da campanha contra a hepatite B. Por último foi discutida a Portaria nº. 2981, de 26 de novembro de 2009, que regulamenta no âmbito do Sistema Único de Saúde, o Componente Especializado da Assistência Farmacêutica como parte da Política Nacional de Assistência Farmacêutica, integrante do Bloco de Financiamento da Assistência Farmacêutica. O Colegiado Gestor Regional (CGR) é uma instância privilegiada de negociação, articulação e decisão quanto aos aspectos operacionais do SUS no âmbito da Região de Saúde e tem como competência deliberar sobre questões operacionais do SUS, propor à Comissão Intergestores Bipartite modificações na sistemática do processo de descentralização/regionalização, visando o aperfeiçoamento do SUS. Tem como coordenadora Roberta Fernandes da Silva e como coordenador-adjunto Ivanildo Lima de Oliveira, secretário municipal de Saúde de Apodi. NÚCLEO DE SAÚDE ENCAMINHA PREPARATIVOS PARA O DIA "D" DE VACINAÇÃO ANTIPÓLIO EM ASSÚ ASSÚ - Por determinação do secretário Jader Torquato do Rego Neto já vêm sendo providenciados no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde os detalhes para a ocorrência de mais um dia ostensivo de vacinação pública em Assú. Trata-se do dia "D" da segunda etapa da campanha de imunização contra a Poliomielite (Paralisia Infantil), que acontecerá no dia 14 de agosto, um sábado. Nesse dia, a vacinação transcorrerá das 8h às 17h. Até a próxima semana a secretaria receberá o estoque de vacinas que será utilizado na campanha de imunização. Números divulgados pela Secretaria Municipal indicam que na primeira etapa, realizada em junho, a meta de 95% de cobertura vacinal foi superada. O secretário de Saúde transmitiu que, no dia 14 próximo, serão ativados postos fixos distribuídos estrategicamente por todo o município como forma de facilitar o acesso à vacinação. Novamente, o objetivo é alcançar 95% de cobertura. O trabalho de imunização abrangerá tanto a sede da cidade quanto o setor rural do município. Entre as unidades que serão colocadas em funcionamento no dia "D" da vacinação antipólio constarão os postos de atendimento do Programa Saúde da Família (PSF) e o próprio Centro Clínico Dr. Ezequiel Epaminondas da Fonseca Filho. O órgão calcula que aproximadamente cinco mil crianças entre zero e cinco anos de idade estarão aptas a ser vacinadas. A campanha mobilizará todo o contingente de pessoal da secretaria e, ainda, o corpo de Agentes Comunitários de Saúde. Outras Além da vacina contra a poliomielite, as crianças que forem aos postos de saúde poderão colocar em dia sua caderneta de vacinação. Estarão disponíveis vacinas como a tetravalente (contra difteria, tétano, coqueluche e hemófilo B), tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola) e contra hepatite. O secretário Jader Torquato enfatizou que, outra vez, reveste-se de grande importância que o trabalho da secretaria mereça a colaboração de pais ou responsáveis. "Mais uma vez quero ressaltar o papel de grande significado de pais e responsáveis no sentido de que levem as crianças para serem vacinadas com a segunda dose contra a paralisia infantil", endossou. CORREIO DA TARDE INSTITUIÇÃO QUE ATENDIA PORTADORES DE HIV EM NATAL ESTÁ FECHADA POR FALTA DE RECURSOS A Casa de Apoio aos Portadores de HIV/Aids, única entidade de assistência a esse grupo em Natal, está fechada por falta de apoio há cerca de três meses. Ela funcionava em uma pequena casa na Rua Mermoz, no Baldo, e, de acordo com o seu diretor, Marcos Antônio Belarmino, não tinha mais condições de funcionar por falta de dinheiro. A prefeitura vai firmar um convênio com a casa para ajudar na manutenção, o diretor está preparando uma documentação para tentar alugar uma nova casa através desse convênio, porém a documentação ainda não esta pronta, por causa dos custos. "Estamos batalhando para conseguir organizar toda a documentação, e também queremos conseguir uma máquina para fabricar vassouras de garrafas pet no valor de R$ 1,5 mil para complementar a renda da casa", declarou. Os portadores de HIV/Aids que se utilizavam dos serviços da casa vinham principalmente do interior do estado. Na entidade recebiam além de informações, serviços básicos de alimentação e higiene enquanto estavam em Natal. Até tudo ser resolvido os pacientes do interior não tem onde ficar. O local recebia, por mês, em torno de 20 a 25 pessoas. O custo de manutenção para que a casa funcione adequadamente fica, de acordo com o diretor, em torno de R$ 5 mil. A entidade também recebe doações para completar a renda e dar continuidade ao trabalho com os pacientes. Marcos Antonio Belarmino diz que a grande maioria das doações feitas por pessoas físicas era composta por comida, já que os portadores precisam estar bem alimentados em virtude da forte medicação tomada. "O coquetel é muito forte, e, se a pessoa não está bem alimentada, pode desenvolver problemas estomacais", explica. Ainda sobre a medicação, Belarmino conta que os pacientes recebem regularmente o coquetel anti-viral, porém estão desassistidos quanto ao recebimento dos remédios que ajudam no tratamento de doenças oportunistas, como a tuberculose, por exemplo. Ele afirma que, enviou ofícios às secretarias de saúde do estado e do município comunicando a situação. Assessoria de Comunicação do Cremern Telefone: 4006-5343 Contatos: Casciano Vidal: 9990-1473 Ana Carmem: 9909-4100
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner