Rede dos Conselhos de Medicina
AMBULÂNCIAS DO SAMU ESTÃO NO LIMITE DA QUILOMETRAGEM - Leia mais notícias no Clipping Cremern 06/08/2010
TRIBUNA DO NORTE AMBULÂNCIAS DO SAMU ESTÃO NO LIMITE DA QUILOMETRAGEM As ambulâncias utilizadas pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência de Natal (Samu) estão no limite da quilometragem máxima permitida. De acordo com o coordenador administrativo, Kleiber Rodrigues, oito das nove ambulâncias utilizadas pelo Samu estão com 100 mil quilômetros rodados. O Ministério da Saúde, ainda de acordo com Kleiber, se comprometeu em repor as oito ambulâncias ainda esse mês. Tratam-se de veículos sem Unidade de Terapia Intensiva, utilizados nos casos menos graves. Ao todo, o Samu Natal possui 23 ambulâncias, sendo 12 em operação permanente, seis como substitutas e outras cinco inutilizadas por tempo de serviço. “Essas irão ser leiloadas porque não são mais utilizadas no nosso cotidiano”, afirma Kleiber. Dos 12 veículos em operação, são nove chamadas “Bravo”, para ocorrências mais simples, e três denominadas “Alpha”, com toda aparelhagem necessária para atender casos graves. Somente os veículos “Alpha” são acompanhados presencialmente por médicos. Nas demais ocorrências, os médicos, para casos sem grandes riscos, fazem o acompanhamento pelo telefone junto dos demais profissionais de saúde. Segundo Kleiber Rodrigues, o atual número de veículos para o Serviço está dentro dos padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A norma é a seguinte: um veículo para casos simples para cada 100 mil habitantes e um veículo para casos graves para cada 300 mil habitantes. Como Natal tem pouco mais de 800 mil pessoas, segundo as últimas contagens populacionais, pode-se dizer que o Samu está um pouco acima da média em termos de quantidade de carros. “Isso pode mudar ainda esse ano com o novo Censo. Dessa forma, poderemos pedir aumento de ambulâncias para o Ministério da Saúde”, diz Kleiber. Para dar suporte aos atendimentos do Samu são necessários 48 médicos, que se revezam em plantões de 6h e 12h, sendo quatro por cada plantão. Além disso, existem 23 enfermeiros, 86 técnicos de enfermagem e 68 condutores no quadro do Samu. Kleiber Rodrigues garante não haver falhas na escala do serviço. “Já trabalhei em outras unidades e sei a diferença. Não há problemas com escala por aqui”, diz. E complementa: “Como no Samu as condições de trabalho são outras, conseguimos atrair os profissionais e não sofremos com falta de médicos ou coisa assim”. As ambulâncias são espalhadas pela cidade. Ficam três na Zona Norte – uma delas é utilizada em casos graves – e nove na Zona Sul. A regulação recebe a chamada e através da orientação de um médico é verificado o nível de gravidade da ocorrência. Um dos principais problemas enfrentados pelos profissionais é o número de trotes. A partir das 11h, é comum crianças e adolescentes ligarem para o serviço e inventar uma ocorrência. “É uma brincadeira sem graça, que pode prejudicar o atendimento e colocar a vida de pessoas em risco”, aponta. O Samu existe desde 2002 e Natal foi um dos primeiros municípios a implantar o Serviço. O Governo Federal é responsável por 50% do financiamento, enquanto os estados e municípios dividem a metade restante. DIÁRIO DE NATAL BOLETIM // DENGUE AUMENTA 14% NO ESTADO A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou ontem um novo boletim sobre a situação epidemiológica da dengue no Rio Grande do Norte. O número de casos notificados continua a apresentar um aumento, se comparado aos números de 2009. Até o dia 24 de julho foram notificados 3.670 casos, o que representa um acréscimo de 14,54% em relação ao ano passado. Na Grande Natal o número de casos chega a 2.370. Os municípios de Natal e Parnamirim apresentam incidência considerada média, com 1.898 e 354 casos, respectivamente. Em todo o estado são 11 municípios que apresentam taxa de incidência alta: Jardim do Seridó (143 casos), Pau dos Ferros (120), Parelhas (99), Marcelino Vieira (95), Campo Redondo (64), Florânia (57), Tibau do Sul (49), Ouro Branco (46), Lajes Pintada (45), Paraná (12) e Francisco Dantas (9). Apesar do aumento nos casos notificados, o número de óbitos diminuiu. Até o momento são 11 casos suspeitos em todo o RN, com apenas duas mortes confirmadas. Neste mesmo período de 2009 o número de óbitos totalizava 5. Outra redução é no número de municípios que notificaram a doença. No ano passado 130 municípios apresentavam casos de dengue, este ano são 114 municípios. Lúcia de Fátima Araújo, técnica da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica, lembra que quem possui terrenos ou imóveis fechados que providenciem a limpeza do local para eliminar os focos do mosquito. "A eliminação dos criadouros deve ser a nossa meta diária". Números Municípios com maior incidência de casos (proporcionalmente, de 1º de janeiro e 24 de julho) Jardim do Seridó: 143 Pau dos Ferros: 120 Parelhas: 99 Marcelino Vieira: 95 Campo Redondo: 64 Casos em Natal: 1.898 GAZETA DO OESTE PREFEITURA DISPONIBILIZA FISIOTERAPEUTA QUE ATENDE NA CIDADE À DISPOSIÇÃO DA POPULAÇÃO CORONEL JOÃO PESSOA - A Prefeitura Municipal de Coronel João Pessoa oferece a toda comunidade atendimento à saúde através de vários profissionais que trabalham no próprio município. Aqueles pacientes que necessitam de acompanhamento de um profissional Fisioterapeuta já podem contar com o tratamento semanal, gratuito e de fácil acesso. Nos últimos meses, o investimento tem trazido melhores condições de vida e acompanhamento para os pacientes que não mais necessitam se deslocar para as cidades vizinhas em busca de tratamento. O fisioterapeuta responsável, João Paulo, atende sempre as segundas e terças-feiras na sede da Secretaria Municipal de Ação Social em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde pela manhã e à tarde. Os atendimentos são encaminhados após consultas com os profissionais do Programa Saúde da Família que acompanham pacientes tanto da zona urbana como rural do município. Os horários são previamente agendados e acontecem pela manhã a partir das 8h e à tarde, às 14h. OUTROS INVESTIMENTOS - O Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Coronel João Pessoa realizou recentemente o reencontro do Grupo de Idosos "Coronel Caminha". O objetivo foi retomar as atividades e oficializar o convite para que todos os participantes possam se integrar no novo projeto da Prefeitura Municipal com o lançamento da Academia de Atividades Físicas para o pessoal da terceira idade. Inaugurado oficialmente no final do mês passado pelo prefeito 'Pachica, o espaço entregue à comunidade é um local destinado especialmente para os idosos em que eles terão aparelhos específicos, além de instrutores, para se manter na ativa e tratar possíveis problemas de saúde. Os exercícios aplicados na academia não têm contraindicação e são indicados para quem sofre de doenças como diabetes e problemas nas articulações, além de proporcionar momentos de cuidado com a saúde e combate ao sedentarismo. O acesso será gratuito e a Casa da Família está cadastrando os interessados de acordo com os critérios exigidos para a participação. O reencontro do Grupo de Idosos contou com a participação de mais de vinte interessados em se engajar nas novas atividades e projetos e entre os presentes esteve o secretário de Ação Social Lindonjonson de Souza, o Fisioterapeuta João Paulo, o Educador Físico Nemésio Pereira, além da Assistente Social Patrícia Estrela, a Psicóloga Erika França e a coordenadora do Cras, Wliana Carvalho. No final do encontro foi distribuído material para se trabalhar artesanato terapêutico durante os encontros semanais e a manhã foi encerrada com um almoço de confraternização. Assessoria de Comunicação do Cremern Telefone: 4006-5343 Contatos: Casciano Vidal: 9990-1473 Ana Carmem: 9909-4100
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner