Rede dos Conselhos de Medicina
NASCE O PRIMEIRO BEBÊ NA UNIDADE DAS QUINTAS - Leia mais notícias no Clipping Cremern 30/09/2010
TRIBUNA DO NORTE NASCE O PRIMEIRO BEBÊ NA UNIDADE DAS QUINTAS Depois de oito anos desativado, o Centro Cirúrgico da Maternidade das Quintas volta a funcionar e esta semana trouxe à luz o primeiro bebê por parto Cesáreo. O pequeno Lucas Guilherme, nasceu às 13h40 horas, com 48 cm e 3.175 quilos. “Foi um parto muito esperado, porque o Centro Cirúrgico da Unidade, já estava desativado há oito anos, pelo Conselho Regional de Medicina (CRM), por falta de condições de funcionamento. Agora ele voltou a funcionar e podemos realizar partos cesáreos. Antes a maternidade só recebia gestante que fossem ter seus bebês de parto normal”, informou a administradora da maternidade, Francinete de Medeiros Pinheiro. Lucas é o segundo filho da Dona de Casa Francisca Teixeira Silva, 40 anos. Depois do parto ela disse estar feliz com o atendimento recebido no local. “Me senti bem durante toda a cirurgia, a equipe foi ótima, me atenderam muito bem. Estou muito feliz com a chegada do meu filho Lucas”. Com o Centro Cirúrgico todo equipado, o bebê Lucas, que teve desconforto respiratório ao nascer e precisou ficar no oxigênio por duas horas, logo foi atendido e agora já está bem e pronto para mamar ”, comentou a pediatra Newma Souza de Oliveira. As equipes participantes do parto foram às obstetras Jaqueline Abrante e Iaponira Vidal, a pediatra Newma Sousa de Oliveira, a enfermeira Luzanira de Bessa Medeiros, a anestesista Katarina Larissa e a assistente social, Lúcia de Fátima Azevedo. O Centro Cirúrgico da Unidade de Assistência Materna Infantil (Maternidade das Quintas) foi reaberto pela prefeita do Natal, Micarla de Sousa, no dia 03 de setembro. Para a equipe do hospital é importante a reabertura do centro cirúrgico, porque só assim vão poder atender as grávidas que chegam à maternidade, sem ter o problema de encaminhá-las para outras unidades. O centro cirúrgico atenderá apenas cirurgias cesáreas de baixa complexidade. “É uma satisfação enorme poder ter um centro cirúrgico, porque se a paciente der entrada na urgência, se o caso dela não evoluir para o parto normal já encaminharemos para o centro cirúrgico, para fazer o parto Cesário”, disse a pediatra Newma Souza de Oliveira. O centro cirúrgico tem uma estrutura formada por sala de cirurgia com mesa, eletrocardiograma, bomba de efusão, bisturi elétrico, cardioversos, monitores, foco cultural, disfibrilador, oxímetro de pulso, entre outros equipamentos. Os quartos são separados para mães que com partos normais e parto cesáreos. IDOSOS PARTICIPAM DE ATIVIDADES Em comemoração à Semana do Idoso, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Unidade Básica de Saúde de Mirassol, reuniu dezenas de usuários da terceira idade para um dia dedicado à prática de atividades físicas ao ar livre, orientação e lazer, tudo voltando para saúde e qualidade de vida dos idosos. O encontro teve início com um momento de dinâmicas com a professora de educação física voluntária, Celi Almeida, que na ocasião comentou, sobre seu orgulho e prazer em poder contribuir para a melhor qualidade de vida desses idosos. “É muito prazeroso, pois além das atividades físicas desenvolvidas como, caminhadas, danças e jogos, trabalhamos também com o emocional desses idosos, que vem para cá em busca de lazer, divertimento e alegria. Sempre comemoramos as datas especiais como, dia das mães, festas juninas e vemos como eles participam em cada evento. Para nós profissionais, não só ensinamos, mas também aprendemos muito com eles. Sinto-me muito feliz em fazer parte deste grupo”, disse,Celi Almeida. Para a aposentada Maria Augusta Santa Clara Fulco, 83 anos, é muito bom participar deste grupo. “Eu gosto de tudo... Das danças, das orações. A diretora Mércia Maria, é muito eficiente e tenho muitos amigos, como Júnior e Janilma”, comentou. A tarde dos idosos também teve muita música sertaneja com o dentista Lucrécio Cortez, que na ocasião tocou violão e cantou, com a participação muito animada de todos. Além da peça teatral, com os profissionais da Unidade de Mirassol, que apresentou a peça “As Gatosas”. O enceramento se deu com um momento de oração e lanche para todos os participantes do encontro. A diretora da unidade Básica de Mirassol, Mércia Maria Costa Barreto, agradeceu a participação de toda a equipe que trabalhou para promover o evento: a enfermeira Amanda Almeida, a assistente social Telma Salvino, o dentista Lucrecio Cortez, o assessor de comunicação João Batista Júnior e demais profissionais da equipe do posto. MULHERES IGNORAM CÂNCER DE MAMA São Paulo (AE) - O câncer de mama não é uma preocupação para boa parte das mulheres brasileiras, já que 39% delas acreditam que são imunes à doença, de acordo com pesquisa do Instituto Avon, divulgada ontem, em São Paulo. Para 56% das entrevistadas, a razão para acreditar que não poderiam desenvolver a doença está no fato de não terem nenhum caso de câncer de mama na família. Elas também citam para a explicação dessa crença a alimentação adequada (23%) e o hábito de não fumar (22%). No entanto, a realidade desmente essas suposições. Em 90% dos casos de câncer de mama não há componente hereditário ou familiar e 70% das mulheres não apresentam fatores de risco, segundo Rita Dardes, ginecologista e mastologista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e diretora médica do Instituto Avon. “Basta ser mulher e envelhecer para estar no grupo de risco”, afirmou. O presidente da Avon Brasil, Luis Felipe Miranda, destacou que, com mais informação, a doença deixaria de ser a primeira causa de morte por câncer no País entre as mulheres. O desconhecimento encontra respaldo em outro dado da pesquisa: apenas 23% das mulheres se consideram muito informadas sobre a doença. A “Pesquisa Instituto Avon/Ipsos - Percepções sobre o Câncer de Mama - mitos e verdades em relação à doença” ouviu do dia 30 de julho a 11 de agosto mil mulheres, a partir dos 16 anos, em 70 cidades do País. Gisele Lozovoi Cifarelli, por exemplo, foi diagnosticada com câncer de mama no começo deste ano. Foi o primeiro caso na família dela. “Perdi o chão. A gente toma um susto. Ainda mais que foi logo após a minha separação. Eu ficava pensando como seria a vida da minha filha de 9 anos.” Ela precisou fazer quimioterapia e teve removido o seio do lado direito. “Mas somos mais que uma mama, um cabelo. Nessas horas eu contei com o apoio de amigos e principalmente da minha sogra “ Gisele ficará em observação intensa e em tratamento regular até 2015. “Jamais vou desistir da minha vida. Vou morrer bem velhinha.” Gisele é uma das personagens da mostra itinerante de 49 fotografias em preto e branco “De Peito Aberto”, que a Avon inaugurou ontem junto com a divulgação da pesquisa. O projeto é do fotógrafo Hugo Lenzi e de sua esposa, Vera Golik. A exposição, que ficará no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, até o próximo dia 8, percorre os sentimentos que sobressaem desde a descoberta do câncer de mama, passando pelo processo de tratamento, até a superação da doença. Hugo afirmou que deu início ao projeto após, no ano 2000, o irmão, a irmã e, três meses depois, a mãe de Vera terem diagnóstico positivo para o câncer. Só o irmão dela morreu por causa da doença, um linfoma. O casal decidiu tirar fotos de mulheres com a doença com o objetivo de “humanizar” a pessoa com câncer, que muitas vezes é vista e se percebe como alguém que não é “igual aos outros”. Um terço das mulheres não faz exames O levantamento também mostrou que um terço das mulheres nunca realizou exame clínico. Novamente o dado encontra respaldo na realidade: 60% das vítimas morrem porque o câncer de mama é descoberto em um estágio avançado. De acordo com Rita, diagnosticar a doença logo no início eleva a chance de cura em 95%. A médica também disse que o autoexame não deve ser uma estratégia isolada de detecção do câncer de mama. “O diagnóstico precoce só é identificado na mamografia, por isso é importante realizar o exame clínico.” Rita afirmou que a incidência da doença aumenta a partir dos 40 anos, com pico entre os 50 e os 60 anos. O diretor-executivo do Instituto Avon, Lírio Cipriani, disse que eram três os objetivos do evento realizado ontem: lançar a pesquisa, a fim de direcionar novos rumos para campanhas de informação; abrir a exposição fotográfica e dar início a uma mobilização em outubro, mês de conscientização mundial sobre o câncer de mama. Nilcéa Freire, ministra da Secretaria Especial de Política para as Mulheres, disse que o governo está atento aos dados da pesquisa. “O que estamos fazendo aqui é para mudar o cenário da desinformação”, afirmou. O evento contou com a participação das atrizes Giovanna Ewbank e Paola Oliveira. “Quando recebi o convite e tive acesso à pesquisa, fiquei assustada com o número de mulheres que não têm informação sobre a doença. A gente precisa de mais conscientização”, disse Giovanna. Coração A Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde publicou ontem, no Diário Oficial da União, as portarias que reajustam entre 4% e 227%, a partir de novembro, o valor de 105 procedimentos cardiovasculares que constam da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS). O investimento de R$ 98,9 milhões será aplicado na reestruturação da tabela de procedimentos e também nos honorários profissionais e serviços hospitalares, incluindo os de alta complexidade e procedimentos cardiovasculares pediátricos. Está previsto também um ‘’extra-teto’’ a ser repassado a estados e municípios para o pagamento de procedimentos que ultrapassarem o limite atual de cirurgias. As medidas fazem parte de um esforço orçamentário do Ministério da Saúde e foram discutidas com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV). DIÁRIO DE NATAL QUINTAS // MATERNIDADE REALIZA 1ª CESÁREA Depois de oito anos desativado, o Centro Cirúrgico da Maternidade das Quintas volta a funcionar e esta semana trouxe à luz o primeiro bebê por parto Cesáreo. O pequeno Lucas Guilherme, nasceu às 13h40 horas, com 48cm e 3,1kg. "Foi um parto muito esperado, porque o Centro Cirúrgico da Unidade, estava desativado há oito anos, pelo Conselho Regional de Medicina (CRM), por falta de condições de funcionamento. Agora ele voltou a funcionar e podemos realizar partos cesáreos. Antes a maternidade só recebia gestante que fossem ter seus bebês de parto normal", informou a administradora Francinete de Medeiros Pinheiro. O bebê Lucas precisou ficar no oxigênio por duas horas, logo foi atendido e agora já está bem. SUPLEMENTAÇÃO // TJ AUTORIZA CRÉDITOS PARA SAÚDE O pleno do Tribunal de Justiça do RN concedeu, por maioria de votos, ao Estado o pedido de abertura de créditos suplementares no percentual de 3% para a Saúde. O governo do estado havia encaminhado um projeto para a Assembleia Legislativa em agosto, mas ainda não foi apreciado. Por esse motivo, o governador licenciado Iberê Ferreira de Souza (PSB) ingressou com uma liminar, pedindo a abertura dos créditos que, inicialmente, havia sido negada pelo juiz Klaus Cleber Morais de Mendonça, sob o argumento de que o prazo para a deliberação pelos parlamentares ainda está em curso. O governo - que até domingo está sob o comando do desembargador Rafael Godeiro -, recorreu e, na sessão de ontem, a maioria dos desembargadores votou a favor da alteração do percentual de remanejamento. Segundo o secretário de Planejamento e Finanças, Nelson Tavares, o remanejamento será feito de acordo com as necessidades do setor, sem repassar maiores detalhes sobre a aplicação dos recursos extras. "O ideal seria que nada disso tivesse acontecido. O ideal era que a Assembleia concedesse um maior limite, que é uma coisa normal do orçamento, não é nada espetacular. Esse ano resolveram colocar empréstimos dentro de uma margem de remanejamento menor. Essa situação era inevitável", declarou. O relator do recurso, o desembargador Cláudio Santos, que teve seu voto vencido, entende que "a intervenção do Judiciário, antes do esgotamento do prazo constitucional para a discussão e deliberação, pela Casa Legislativa, dos projetos enviados pelo governador, revelar-se temerária, na medida em que colocaria em risco princípio fundamental no qual se assenta o Estado Democrático de Direito, qual seja, o da independência dos Poderes". Assessoria de Comunicação do Cremern Telefone: 4006-5343 Contatos: Casciano Vidal: 9990-1473 Ana Carmem: 9909-4100
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner