Natal, 08 de junho de 2018 11h06

Pedido do CREMERN foi atendido pela 4ª Vara da Justiça Federal depois de Ação Civil Pública

A 4ª Vara da Justiça Federal deferiu o pedido da Ação Civil Pública, movida pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – Cremern contra a Prefeitura de Parnamirim, para que disponibilize insumos e medicamentos para Maternidade Divino Amor e Unidade de Pronto Atendimento – UPA Enfermeira Maria Nazaré Silva dos Santos.

A decisão foi dada pela Juíza Gisele Maria da Silva Araújo Leite na noite dessa quinta-feira (07). Na decisão consta: “Defiro o pedido de medida liminar, para determinar que no prazo de 120 (cento e vinte) horas, contado de sua intimação, é dizer, até o dia 12/06/2018, promova o abastecimento da Maternidade Divino Amor e para Unidade de Pronto Atendimento – UPA Enfermeira Maria Nazaré Silva dos Santos (UPA Nova Esperança), com materiais e medicamentos necessários para que não ocorra suspensão dos serviços de saúde nestas unidades”.

Nos autos da ação, o Conselho descrimina as constantes denúncias recebidas pela falta de condições básicas de trabalho, pelo desabastecimento da Maternidade Divino Amor e na UPA Nova Esperança, conforme também foi constatado pelo Departamento de Fiscalização do CREMERN na semana passada.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.
AGENDAMENTO ONLINE
Atendimento presencial na sede do CREMERN
Carregando...