A Comissão Nacional Pró-SUS do Conselho Federal de Medicina (CFM) reiterou nesta terça-feira (19), em Brasília, a importância do debate sobre a criação de uma carreira de estado para o médico do Sistema Único de Saúde (SUS), o financiamento do setor e a desprecarização do trabalho médico no serviço público. Para o coordenador da comissão e representante no CFM pelo estado do Paraná, Donizetti Giamberardino, estes temas serão prioridade na agenda de trabalho da Comissão em 2016.

O grupo também pretende fazer uma frente de trabalho para a ampliação da discussão sobre a valorização da Tabela SUS e a fiscalização das condições de trabalho. O grupo planeja que os assuntos sejam aprofundados em fóruns regionais e, posteriormente, num fórum nacional. “Com debates nos estados e a partir da experiência dos próprios médicos que trabalham na ponta, teremos encaminhamentos concretos”, disse o Giamberardino.

Durante o encontro, também foram discutidas a Proposta de Emenda Constitucional 454/2009, que institui a carreira de Estado para o médico no SUS, e que conta com o apoio do Conselho CFM. A expectativa é de que o tema passe pelo crivo do Plenário da Câmara ainda no primeiro trimestre de 2016.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.
AGENDAMENTO ONLINE
Atendimento presencial na sede do CREMERN
Carregando...