Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
SAÚDE CONVOCA APROVADOS PARA ATUAR NO MARIA ALICE FERNANDES - Leia mais notícias no Clipping Cremern 28/10/2010
TRIBUNA DO NORTE SAÚDE CONVOCA APROVADOS PARA ATUAR NO MARIA ALICE FERNANDES A Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), convocou três pediatras aprovados no último concurso para assumirem funções no atendimento pediátrico no Hospital Infantil Maria Alice Fernandes, zona Norte de Natal. A direção do hospital solicitava a convocação de mão de obra especializada há um certo tempo e somente no início desse mês, a Secretaria encaminhou os profissionais ao hospital de urgência infantil. Mensalmente, 4.950 atendimentos entre consultas e emergências, são realizados. A necessidade de ampliar o quadro funcional do hospital infantil que é referência no estado e atende, além da zona Norte, municípios vizinhos de Natal, é antiga. Em 2007, a Sesap cogitou redistribuir o quadro de pediatras do Hospital Walfredo Gurgel para o Maria Alice Fernandes. À época, sete profissionais seriam transferidos com o objetivo de desafogar a urgência e emergência do hospital infantil. Porém, os pediatras e o Sindicato dos Médicos travaram uma verdadeira queda de braços com a Sesap e o assunto não foi levado adiante. Quase três anos depois, a Secretaria informa, através de sua assessoria de comunicação, que não há nada definido em relação a esse assunto. Ou seja, uma possível transferência ou readequação do quadro funcional dos hospitais não está descartada. Hoje, o atendimento no hospital infantil Maria Alice Fernandes está dentro do que os diretores do estabelecimento julgam normais. “Realizamos entre 150 e 200 atendimentos diariamente”, confirma o diretor médico do hospital, Renilson Rodrigues. Sobre uma possível transferência dos médicos que atendem no Hospital Walfredo Gurgel, a assessoria de comunicação do complexo médico, afirma que a Sesap não comunicou nada extra ou oficialmente e que os diretores e médicos especialistas desconhecem o assunto. Os pediatras que trabalham no Walfredo Gurgel atuam no pronto socorro, enfermaria, unidade de terapia intensiva e no setor de queimados. Mensalmente, os pediatras que trabalham na urgência realizam três mil atendimentos. A diretora do setor pediátrico do hospital, Kátia Cunha, que em 2007 era membro do Conselho Fiscal da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Norte, comentou, aquela época, que havia um consenso entre os profissionais para não irem à Secretaria receber o memorando que determina o deslocamento do trabalho para o Maria Alice Fernandes. Todos eram contra a realocação. Kátia Cunha foi procurada pela equipe da TRIBUNA DO NORTE para comentar a retomada do assunto, mas não foi localizada. O diretor médico do Hospital Maria Alice Fernandes, Renilson Rodrigues, acredita que a possível decisão da Sesap em transferir os especialistas não se torne realidade devido à contratação de novos profissionais aprovados no último concurso e estabilização dos serviços de urgência e emergência no hospital infantil. DIÁRIO DE NATAL SUPERBACTÉRIA // KPC É TEMA DE REUNIÃO O secretário estadual de Saúde, George Antunes, vai se reunir até amanhã com profissionais da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica e infectologistas dos hospitais públicos do estado para discutir ações de combate à superbactéria, nome popular da Klebsiella Pneumoniae Carbapenemases (KPC). De acordo com a assessoria de comunicação da Sesap, depois do encontro, que pode ser hoje ou amanhã, uma nota técnica será enviada aos profissionais da área e à população, informando as medidas a serem adotadas. Até ontem, nenhum caso de infecção pela superbactéria havia sido confirmado pelo órgão. Na última terça-feira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deteminou que, em 60 dias, todos os serviços de saúde brasileiros (hospitais, clínicas e consultórios) tenham preparação alcoólica para a fricção antisséptica das mãos dos profissionais que lidam com o paciente. Todos os pontos de assistência, como UTI, salas de triagem, ambulatórios, serviços de atendimento móvel e unidades de urgência e emergência, deverão ter a preparação disponível em local visível e de fácil acesso. De acordo com especialistas, uma das formas de levar as bactérias de um ambiente para outro dentro de hospitais e outras unidades é a falta de higiene entre os profissionais. ANS E PROCON OUVEM PLANOS DE SAÚDE SOBRE NOVA RESOLUÇÃO Agência reguladora prepara medida que limita espera para consultas Representantes do Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/Natal), da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e de sete planos de saúde, incluindo odontológicos, da capital encontraram-se na tarde de ontem para discutir uma resolução que deve entrar em vigor nos próximos dias. A norma define, entre outros pontos, o tempo máximo que o paciente pode esperar para ser atendido, ao marcar uma consulta. De acordo com o diretor geral do Procon, Carlos Paiva, o encontro foi um "sucesso" e abriu a mesa de negociação com as empresas. Ele disse que a intenção da ANS é embasar os órgãos que atuam na defesa do consumidor para tratar melhor as questões ligadas aos planos e direitos dos usuários. "É uma questão complexa, pois envolve lei e benefícios e não pode haver dúvidas", avaliou. Ainda de acordo com o diretor, uma segunda reunião sobre o assunto vai acontecer dentro de dois meses. Participaram da reunião, assessores jurídicos dos planos Uniodonto, Dental Med Center, Unimed, Medmais, Amil, Dental Vida e Unidental. "Os que foram convocados e não compareceram serão chamados individualmente e poderão responder cível e criminalmente pelo desacato", afirmou o diretor. "O que se tem observado é a discrepância entre a espera quando se marca consultas pelos planos de saúde e a espera quando a mesma consulta é marcada de forma particular", criticou Paiva. "Já pensou se, hipoteticamente, os planos de saúde quebram os contratos? Mais de 200 mil usuários em Natal voltam para o Sistema Único de Saúde (SUS). Seria um caos". O plano de saúde Amil/Natal informou, por meio do setor de marketing, que as operadoras entendem que não há como controlar o prazo de atendimento médico e que a questão é de responsabilidade do profissional que atende. A empresa afirmou que é "apenas uma prestadora de serviço". A assessoria de comunicação da Unimed/Natal informou que a reunião possibilitou uma maior interação entre as operadoras, o Procon e a ANS e que o principal objetivo foi discutir formas de diminuir as queixas levadas pelos usuários. Para a empresa, a legislação que rege a relação entre planos e pacientes deve ser mais clara e possibilitar que os órgãos de defesa do consumidor avaliem melhor as reivindicações. A assessoria disse, ainda, que o plano tem um baixo índice de reclamações no Procon Municipal. GAZETA DO OESTE LARISSA REQUER CONVOCAÇÃO DE MÉDICOS PARA O 'TARCÍSIO MAIA' A deputada estadual Larissa Rosado (PSB) apresentou requerimento à Assembleia Legislativa, anteontem, pedindo ao Governo do Estado urgente convocação dos aprovados no mais recente concurso público da Saúde para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). A medida, segundo a parlamentar, resolverá a carência de médicos especializados e melhorará o atendimento no hospital, referência em urg Assessoria de Comunicação do Cremern Telefone: 4006-5343 Contatos: Casciano Vidal: 9990-1473 Ana Carmem: 9909-4100
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Norte -Todos os direitos reservados
Av. Rio Branco, 398 – Cidade Alta - CEP 59.025-001 Natal/RN Fones: (84) 4006-5311, (84) 4006-5312
e-mail: atendimento@cremern.org.br CNPJ: 24.517.609/0001-09
 

FECHAR X