Nos dias 17 e 18 de fevereiro, a Comissão de Assuntos Sociais do Conselho Federal de Medicina, esteve na cidade do Rio de janeiro, onde participou de duas importantes reuniões. A primeira, no Centro de Criação de Imagem Popular (Cecip), que está à frente da Secretaria Executiva da Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) desde 2015 e ficará até 2017.
 
O encontro consistiu na apresentação das atividades da Comissão, com enfoque na Campanha das Crianças Desaparecidas. A Rede Nacional Primeira Infância é uma articulação nacional de organizações da sociedade civil, do governo, do setor privado, de outras redes e de organizações multilaterais que atuam, direta ou indiretamente, pela promoção e garantia dos direitos da Primeira Infância – crianças até 6 anos de idade.
 
O integrante da Comissão do CFM e diretor do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), Ricardo Paiva, levou a proposta de ações conjuntas para o coordenador da Cecip, Claudius Ceccon, no combate e prevenção de crianças desaparecidas.
 
No dia seguinte, quinta-feira (18 de fevereiro), foi a vez dos dois representantes da Comissão se reunirem com o pastor e líder da Igreja Batista no Rio de Janeiro, Remy Damasceno Lopes. A ideia da Comissão é que as igrejas evangélicas do Brasil possam fazer uma carta de apoio à garantias de: busca pelo registro de identidade civil obrigatório para crianças a partir de dois anos de idade, providência considerada importante para ajudar na identificação em caso de desaparecimento. Para auxiliar na busca, a numeração das Carteiras de Identidade passaria a ter caráter nacional utilizando sistema alfa numérico.
 
Além da carta de apoio, a Comissão também sugeriu a divulgação de vídeos de prevenção ao desaparecimento (assista), via web, encabeçado por líderes das igrejas, e a distribuição do panfleto da Campanha do CFM na Convenção Batista Brasileira, que será realizada na cidade de Santos, entre os dias 14 e 21 de abril.
 
Ainda essa semana, será discutido em Brasília o projeto de lei PL 1540/2015, do deputado Júlio Lopes (PR-RJ), que dispõe sobre a inscrição obrigatória no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).
 
 
Fonte: Cremepe
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.
AGENDAMENTO ONLINE
Atendimento presencial na sede do CREMERN
Carregando...