Quando um cidadão detém seu olhar sobre a Saúde no Brasil, no momento atual, sentimentos antagônicos emergem. De um lado, é impressionante o arcabouço legal que foi construído a partir de 1988 e que alçou o modelo assistencial do País à posição de referência internacional enquanto política pública social, possivelmente uma das maiores e mais abrangentes do mundo. Contudo, na contramão, o orgulho acaba e vem uma sensação de estarrecimento ante o descaso com que esses parâmetros são executados, deixando a sociedade privada de seus direitos legais.
                
Os dados e as informações não deixam dúvidas: essa não é a saúde que nenhum brasileiro merece! Ela é pobre em financiamento; vítima de gestões ineficientes; carece de planejamento e de infraestrutura (instalações adequadas, leitos, equipamentos, insumos, medicamentos); não valoriza seus profissionais, especialmente os médicos; e, por tudo isso, corre o sério risco de comprometer todos os avanços alcançados desde que o Sistema Único de Saúde (SUS) foi criado, há 27 anos.

Trata-se de um cenário preocupante, que não poupa nada. Os problemas se acumulam no setor público, mas também prosperam no privado, onde as operadoras de planos de saúde não respeitam os pacientes e os profissionais e valorizam a lógica econômica em detrimento da vida e do bem estar. O que sobressai é a necessidade de mudanças e ajustes de rota, como forma de dar ao brasileiro o que deve receber em postos de saúde e hospitais.

Neste 7 de abril (Dia Mundial da Saúde), o Conselho Federal de Medicina (CFM) lembra à sociedade sobre a importância de reivindicar o que é dela. Para tanto, enumera nesta página algumas reportagens e levantamentos que produziu ao longo dos últimos meses. Todas essas informações alcançaram ampla repercussão junto à mídia e aos órgãos de controle e fiscalização, chamando a atenção para os problemas e exigindo soluções dos gestores.

Convidamos você, caro amigo, a conhecer um pouco sobre o trabalho desenvolvido e divulgado pelo CFM, o qual te dará argumentos para lutar pelos seus direitos e confirma que você, como todos os brasileiros, merece muito mais respeito, qualidade e dignidade quando o assunto é Saúde!

  
  
alt
 
20/03/2015 - CONGRESSO NACIONAL
 
 
10/03/2015 - PAC 2
 
 
02/03/2015 – NACIONAL
 
 
13/02/2015 - FISCALIZAÇÃO
 
 
08/01/2015 - REFORMULAÇÃO
 
  
 
 
29/12/2014 - CRISE
 
 
22/12/2014 - CRISE
 
 
05/12/2014 - SUCATEAMENTO
 
 
 
 
 
 
1/10/2014 – MANIFESTO PELA SAÚDE
Médicos encaminham propostas aos presidenciáveis
 
 
 
  

20/08/2014 – PESQUISA CFM/AMB
CFM, em nota, esclarece metodologia de pesquisa  

 

19/08/2014 – PESQUISA CFM/AMB 
Pesquisa Datafolha revela que 93% da população está insatisfeita com a saúde brasileira

 

18/08/2014 – LEITOS OBSTÉTRICOS
CFM e Febrasgo exigem, em nota, a reabertura de leitos

 

12/08/2014 – PESQUISA CFM/AMB
APM divulga resultados de pesquisa sobre a saúde em São Paulo

 
 
21/07/2014 - ENSINO MÉDICO
 
 
07/07/2014 - FINANCIAMENTO DO SUS
 
25/06/2014 - ENSINO MÉDICO
 
12/06/2014  - FISCALIZAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
15/04/2014 - FISCALIZAÇÃO 
 
 
 
 
 

* Leia outras notícias do CFM

* Acesse as peças da campanha

 
 

 


Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.
AGENDAMENTO ONLINE
Atendimento presencial na sede do CREMERN
Carregando...