Natal/RN, 06 de junho de 2019

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte – CREMERN, no uso de sua atribuição legal de fiscalização da prática médica, acompanha com preocupação as deficiências na assistência aos pacientes que necessitam tratamento por parte da Cirurgia Vascular, em especial aos portadores de “pé diabético”. A má assistência prestada pelo serviço público de saúde tem provocado graves consequências, com amputações e mortes evitáveis. As decisões tomadas recentemente pela gestão estadual vão de encontro às reais necessidades. As deficiências se originam na assistência primária, quando o paciente portador de Diabetes é assistido de forma inadequada e evolui para graves complicações.

Não há leitos suficientes para assistir de forma apropriada estes pacientes. Há medidas que devem ser tomadas para evitar o agravamento. Entre elas destaca-se o monitoramento desses pacientes, por parte do especialista, em ambiente adequado provido de infraestrutura, material e medicamentos. A superlotação atual tem prejudicado a assistência e nos surpreendemos com a decisão do atual governo de reduzir a oferta de leitos quando deveria ampliar. Nesse sentido apoiamos a nota de repúdio emitida pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular – SBACV-RNe comunicamos à sociedade que o CREMERN formalizou, na reunião plenária do dia 27 de maio, uma Câmara Técnica de Cirurgia Vascular para subsidiar as decisões deste Conselho sobre o tema.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.
AGENDAMENTO ONLINE
Atendimento presencial na sede do CREMERN
Carregando...